A capital do Rio Grande do Sul é uma metrópole, mas tem aquele ar de cidade do interior que cativa quem a visita. Afinal, os porto-alegrenses estão sempre prontos para bater um papo e compartilhar um chimarrão em um dos seus diversos parques.

Os pontos turísticos de Porto Alegre não atraem apenas os visitantes de fora, são também bastante frequentados pelos moradores da cidade. E melhor: a maioria deles é gratuita!

Localização

Porto Alegre fica no Leste do Rio Grande do Sul e é a cidade mais populosa do Estado. O município tem quase 500 km², divididos entre suas áreas rural e urbana.

1 – Monumento Laçador

Monumento-Laçador
Monumento-Laçador – Foto: Depositphotos

Ao chegar em Porto Alegre pelo aeroporto, dê uma paradinha no Monumento ao Laçador para tirar uma foto. A estátua de mais de 4 metros representa um laçador pilchado com indumentária gauchesca e foi esculpida pelo artista Antônio Caringi.

Além disso, teve como modelo Paixão Cortes, um tradicionalista super importante para a história gaúcha. O monumento é considerado um dos patrimônios da cidade.

Localização: Avenida dos Estados, no Bairro São João. Fica a poucos metros do Aeroporto de Porto Alegre e da estação de trem Aeroporto.

Valor: gratuito

2 – Boulevard Laçador

A poucos metros do Monumento ao Laçador está o Boulevard que leva o mesmo nome. Trata-se de um complexo com diversos restaurantes e cafés com uma linda vista para o aeroporto e um playground para as crianças.

Lá também é possível visitar o avião Douglas DC-3 da Varig que foi reformado e agora está estacionado no jardim do shopping.

Localização: Avenida dos Estados, nº 111, próximo ao aeroporto.

Valor: há apenas o custo do estacionamento, cujo valor pode variar entre R$ 3 a R$ 15 aproximadamente.

Melhor época para visitar: nos finais de semana, a atração costuma lotar. Por isso, prefira fazer a visita de segunda a sexta-feira.

3 – Orla do Guaíba

Há quem diga que o pôr-do-sol visto às margens do Lago Guaíba é o mais bonito do mundo. Por isso, passear pela Orla do Guaíba é uma das atividades preferidas dos porto-alegrenses, principalmente aos domingos.

A área foi recém revitalizada e conta com pistas para caminhar e pedalar, quadras de esportes, tendas de comida, locais para relaxar e tomar chimarrão, além de um restaurante panorâmico.

Localização: Av. Edvaldo Pereira Paiva, do Centro Histórico ao bairro Praia de Belas. A 20 minutos da estação de trem Mercado. Também é possível pegar a linha 178 de ônibus.

Valor: gratuito.

Melhor época para visitar: aos domingos e feriados, a orla é fechada para os veículos, ficando livre para os pedestres. Por isso, são os melhores dias para o passeio!

4 – Usina do Gasômetro

Usina do Gasômetro - Ponto turístico Porto Alegre
Usina do Gasômetro – Foto: Adobe Stock

Inaugurada em 1928 para geração de energia, a Usina do Gasômetro é um dos mais famosos pontos turísticos de Porto Alegre.

Desde 1991, é também um dos centros culturais mais importantes da cidade e abriga exposições itinerantes, cinema, teatro, auditórios e salas multiuso.

Localização: Avenida Presidente João Goulart, 551, no Centro Histórico, às margens do Lago Guaíba. Partindo da estação de trem Mercado, são 20 minutos a pé ou cerca de 30 minutos de ônibus (linhas 178 e 2441);

Valor: gratuito.

Melhor época para visitar: Hoje a Usina está fechada para visitação interna, pois passa por reformas em sua estrutura. A reabertura está prevista para 2020.

5 – Parque Farroupilha

Parque Farroupilha em Porto Alegre
Parque Farroupilha – Foto: Dreamstime

Também conhecido como Parque da Redenção, o Farroupilha é um dos maiores parques da cidade e já foi palco de diversas manifestações políticas e culturais.

Nos seus quase 38 hectares, há diversas opções de lazer para os visitantes, como um parque de diversão e um lago com pedalinhos, o Mercado do Bom Fim, a Feira Ecológica e diversos monumentos.

Localização: Entre a avenida João Pessoa e Osvaldo Aranha. O parque divide os bairros Bom Fim e Cidade Baixa. Partindo do Centro Histórico (Praça Pereira Parobé), utilize as linhas de ônibus 439, 525 ou 4381.

Valor:  gratuito.

Melhor época para visitar: Na primavera, a paisagem do parque é ainda mais bonita, principalmente por causa dos ipês que deixam tudo mais colorido.

6 – Monumento ao Expedicionário

O Monumento ao Expedicionário é um dos 38 monumentos que podem ser admirados no Parque Farroupilha.

Inaugurada em 1957, a obra foi criada pelo arquiteto e escultor Antônio Caringi para homenagear os soldados brasileiros integrantes da Força Expedicionária Brasileira que lutaram e morreram em batalha na Segunda Guerra Mundial.

Localização: Avenida José Bonifácio, no Parque Farroupilha.

Valor:  gratuito.

Melhor época para visitar: Na primavera, a paisagem junto ao ponto turístico fica mais colorida!

7 – Brique da Redenção

Todo domingo milhares de pessoas se reúnem no Brique da Redenção, no Parque Farroupilha, para garimpar antiguidades, obras de arte e peças de artesanato e para experimentar comidinhas deliciosas. Trata-se da maior feira a céu aberto de Porto Alegre, inaugurada em 1978 e composta por 300 expositores.

Localização: Avenida José Bonifácio, no Parque Farroupilha.

Valor: gratuito.

Quando visitar: O Brique funciona aos domingos das 9h às 17h, exceto em dias de chuva forte.

8 – Fundação Iberê Camargo

Fundação Iberê Camargo
Fundação Iberê Camargo – Foto: Depositphotos

A Fundação Iberê Camargo foi criada para preservar e divulgar as obras do pintor Iberê Camargo,  que foi importantíssimo para a arte brasileira do século XX.

Em 2008, foi inaugurada sua nova sede – um surpreendente prédio contemporâneo às margens do Lago Guaíba. Lá é possível visitar diversas exposições itinerantes, apreciar uma linda vista da cidade e tomar um café.

Localização: Avenida Padre Cacique, 2000, no bairro Cristal. Partindo do Centro Histórico, utilize as linhas de ônibus 179 e 179.5 que param em frente ao museu.

Valor: gratuito.

Quando visitar:  A Fundação é aberta ao públicos nos finais de semana, das 14h às 19h.

9 – Casa de Cultura Mario Quintana

Casa de Cultura Mario Quintana
Casa de Cultura Mario Quintana – Foto: Depositphotos

O famoso poeta Mario Quintana morou durante anos no apartamento 217 do irreverente Hotel Majestic – que é hoje o Centro Cultural que leva o nome do artista.

Tornou-se, assim, um dos pontos turísticos de Porto Alegre que está no coração dos locais. Lá os visitantes encontram parte do acervo do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul, além de bibliotecas, galerias de arte, teatros, salas de cinema, cafés e lojas.

Localização: Rua dos Andradas, 736, Centro Histórico. A 1 km da estação de trem Mercado.

Valor: gratuito

Quando visitar: De terça a sexta-feira, a Casa abre das 9h às 21h e, nos finais de semana, das 12h às 21h. Nas segundas-feiras, o local está fechado.

10 – Theatro São Pedro

Theatro São Pedro
Theatro São Pedro – Foto: Depositphotos

Inaugurado em 1858, o Theatro São Pedro é o teatro mais antigo da cidade e é tombado pelo patrimônio histórico municipal, estadual e nacional.

Recebe semanalmente importantes espetáculos teatrais e musicais. No local, também pode ser visitados o memorial e o café.

Localização: Praça Marechal Deodoro, no Centro Histórico. A 850 metros da estação de trem Mercado.

Valor: a visitação ao teatro é gratuita.

Quando visitar: O Theatro pode ser visitado de terça a domingo, das 16h até 18h30 – ou até o início dos espetáculos, quando houver. O Memorial funciona de terças a sábado, das 15h às 18h30.

11 – Praia de Ipanema

Porto Alegre também tem praia e, sim, chame-se Ipanema! Trata-se de um bairro na Zona Sul da cidade que leva esse nome em homenagem à praia carioca.

Às margens do Lago Guaíba, os porto-alegrenses curtem o calçadão de Ipanema para fazer exercícios, admirar o pôr-do-sol ou tomar uma cerveja em um dos bares da região.

Localização: Avenida Guaíba, bairro Ipanema, na Zona Sul de Porto Alegre. Utilize a linha de ônibus 179 no Centro Histórico e desça na avenida Tramandaí.

Valor: gratuito.

Melhor época para visitar: primavera e verão são as melhores estações para curtir a praia de Ipanema.

Cuidado: apesar de muita gente entrar na água, o Lago Guaíba não é próprio para banho.

12 – Mercado Público

Com quase 150 anos e arquitetura neoclássica, o Mercado Público é um daqueles pontos turísticos de Porto Alegre que te faz voltar no tempo.

Tem de tudo por lá: frutas e verduras, flores, carnes e peixes, artesanatos etc. É o lugar perfeito para conhecer sabores gaúchos típicos e comprar souvenirs.

Localização: Centro Histórico de Porto Alegre, em frente à estação de trem Mercado.

Valor: gratuito.

Quando visitar: O Mercado Público abre de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19h30, e sábado, das 7h30 às 18h30. No domingo, ele está fechado.

13 – Museu de Arte do Rio Grande do Sul

O MARGS é um dos museus mais importantes do Rio Grande do Sul. Ele possui um acervo com mais de 3660 obras – tanto brasileiras quanto estrangeiras – que datam do século 19 até os dias atuais. O seu prédio foi construído em 1913 e já abrigou uma Delegacia Fiscal.

Localização: Praça da Alfândega, Centro Histórico de Porto Alegre. A 500 metros da estação de trem Mercado.

Valor: gratuito.

Quando visitar: O museu funciona de terça-feira a domingo, das 10h às 19h. O período da manhã é o melhor para visitá-lo.

14 – Rua Gonçalo de Carvalho

Decretada Patrimônio Histórico, Cultural, Ecológico e Ambiental de Porto Alegre em 2006, a Rua Gonçalo de Carvalho é considerada uma das mais bonitas do Brasil.

Árvores gigantescas dos dois lados da rua transformam-na em um túnel verde de 500 metros e impressionam quem circula por lá.

Localização: Entre as ruas Ramiro Barcelos e Santo Antônio, na divisa dos bairros Independência e Floresta. Para ir de ônibus, utilize a linha 510.

Valor: gratuito.

Cuidado: A rua é bastante movimentada e há alta circulação de veículos. Por isso, é preciso ter cuidado.

15 – Viaduto Otávio Rocha

Viaduto Otávio Rocha
Viaduto Otávio Rocha – Foto: Dreamstime

O Viaduto Otávio Rocha é uma das vias mais fotografadas de Porto Alegre e também um ponto de referência para quem anda pelo Centro da cidade.

Ele foi inaugurado em 1932 com uma celebração, já que é tido como um monumento, sendo Tombado pela Secretaria Municipal de Cultura.

Localização: O viaduto é o meio pelo qual a avenida Duque de Caxias cruza a avenida Borges de Medeiros, no centro de Porto Alegre. A 800 metros da estação de trem Mercado.

Valor: gratuito.

Melhor época para visitar: nos finais de semana e nos meses de Janeiro e Fevereiro são os melhores períodos para visitar o ponto turístico.

Cuidado: O viaduto tem circulação intensa de pedestres e veículos.

16 – Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS

O Museu de Ciência e Tecnologia é um programa para a família toda – e as crianças costumam adorar! Ele é super interativo e possui diversas exposições e experimentos científicos de várias áreas do conhecimento: das civilizações antigas aos planetas, da eletrostática ao set de filmagem.

Localização: Prédio 40 da PUCRS, na Avenida Ipiranga, bairro Partenon. Partindo do Centro, utilize a linha de ônibus 353 em direção à PUCRS.

Valor: Os ingressos para o público geral custam R$ 32. Pagam meia entrada (R$ 16) os visitantes de até 15 anos ou com mais de 60 anos, estudantes e professores. O show no planetário digital é opcional e custa R$ 7.

Melhor época para visitar: os meses de férias costumam ser os mais lotados (janeiro e fevereiro, junho e julho). O museu abre de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, e no final de semana, das 10h às 18h.

17 – Jardim Botânico

Com 39 hectares, o Jardim Botânico pertence à Fundação Zoobotânica de Porto Alegre e é um local de preservação da biodiversidade e também de lazer.

Além de visitar o lindo parque, os visitantes têm acesso ao Arboreto – uma coleção de árvores – à Exposição do Museu de Ciências Naturais e ao Serpentário.

Localização: Rua Dr. Salvador França, 1427, no bairro Jardim Botânico. Utilize a linha de ônibus 476 para ir do Centro ao parque.

Valor: Adultos pagam R$ 6, idosos e estudantes pagam R$3 e crianças até 5 anos não pagam. Para estacionar nos finais de semana e feriados, carros pagam R$11 e motocicletas pagam R$ 5,50.

Melhor época para visitar: Primavera e verão são as melhores estações para conhecer o Jardim Botânico.

18 – Catedral Metropolitana de Porto Alegre

Catedral Metropolitana de Porto Alegre
Catedral Metropolitana de Porto Alegre – Foto: Depositphotos

Dedicada à Mãe de Deus, a Catedral Metropolitana de Porto Alegre é a igreja mais importante da cidade.

Foi projetada pelo arquiteto João Battista Giovenale com tem estilo renascentista e chama atenção pelas formas clássicas e sua cúpula gigantesca. Sua construção começou em 1920, mas só foi totalmente concluída em 1986.

Localização: Rua Duque de Caxias, 1047, no Centro de Porto Alegre. A 1 km do Mercado Público.

Valor: gratuito.

19 – Museu Julio de Castilhos

Em dois prédios históricos da rua Duque de Caxias está o museu mais antigo do Rio Grande do Sul: o Museu Julio de Castilhos.

Lá encontram-se quase 11 mil objetos que relembram a vida dos povos que vivem e viveram no Estado, assim como sua história política e suas relações sociais.

Localização: Rua Duque de Caxias, 1205, no Centro Histórico de Porto Alegre. A 1 km da estação de trem Mercado.

Valor: gratuito.

Quando visitar: o museu abre de terça-feira a sábado, das 10h às 17h.

20 –  Praça Marechal Deodoro (Praça da Matriz)

A Praça da Matriz fica no centro de vários pontos turísticos de Porto Alegre e é quase mais antiga que a cidade. Ela é rodeada por importantes prédios, como a Catedral Metropolitana, o Theatro São Pedro, o Palácio da Justiça, a Assembleia Legislativa, o Memorial do Ministério Público, entre outros.

Localização: Centro Histórico de Porto Alegre.

Valor: gratuito.

Cuidado: a Praça é um local de bastante circulação de pedestres.