Reservar uns dias para visitar o estado mais ao Sul do Brasil pode te surpreender! Há muitas cidades para conhecer no Rio Grande do Sul, destinos óbvios e outros nem tanto.

Entre os pampas, serras e praias, todos eles têm seus encantos, sejam naturais ou históricos.

E ainda dá a oportunidade de vivenciar a tradição gaúcha que é tão marcante, como o hábito de preparar o churrasco e de tomar chimarrão, além da rivalidade entre os torcedores da dupla Gre-Nal.

1. Porto Alegre

A capital gaúcha não deve estar de fora da sua lista de cidades para conhecer no Rio Grande do Sul. Apesar de ter quase 1,5 milhão de habitantes, ela tem aquele ar de cidade pequena que costuma acolher os visitantes.

PUBLICIDADE

Possui diversas atrações ao ar livre, parques bem arborizados, museus, galerias de arte e boa gastronomia.

O que visitar: Vale a pena visitar o Centro Histórico, onde estão localizados o Theatro São Pedro, a Casa de Cultura Mário Quintana, o Museu de Arte do Estado, o Mercado Público, entre outros pontos turísticos.

Caminhar pela Orla do Guaíba e apreciar o famoso pôr do sol de Porto Alegre é também uma ótima opção de passeio!

Cuidado: Como toda cidade grande no Brasil, Porto Alegre tem seus problemas de segurança. Por isso, é bom estar precavido e não dar bobeira na hora de turistar.

2. Caxias do Sul

Caxias do Sul é a segunda maior cidade do Rio Grande do Sul, mas não é a primeira opção de passeio dos turistas.

Ela foi colonizada pelos italianos, que chegaram na região por volta de 1875. Também é um importante polo metalmecânico do Brasil e, por isso, é possível chegar lá de avião.

Há vôos diários vindos de Campinas e de Congonhas, em São Paulo.

O que visitar: Caxias do Sul é conhecida pela Festa da Uva, evento que ocorre a cada dois anos, para celebrar o fim da vindima, entre fevereiro e março.

É uma ótima atração para visitar na cidade! Outra dica de passeio são os roteiros turísticos, como os Caminhos da Colônia, a rota Ana Rech, a Estrada do Imigrante, entre outros.

Cuidado: Apesar de não ser insegura, Caxias do Sul requer os cuidados de uma cidade grande na hora de passear.

3. Gramado

Gramado - Cidades do Rio Grande do Sul para conhecer
Gramado – Imagem: DepositPhoto

Gramado é a cidade mais turística para conhecer no Rio Grande do Sul: tudo lá é criado pensando nos visitantes que vêm de todos os cantos do país.

Colonizado por alemães, italianos e portugueses, o lugar é conhecido como a “Europa do Brasil”.

Se destaca pelo famosos Festival de Cinema, pela produção de deliciosos chocolates caseiros, pela encantadora programação de Natal e pelos fartos cafés coloniais.

O que visitar: Caminhe pela avenida Borges de Medeiros, a principal do Centro de Gramado, e passe pela Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, pelo Palácio dos Festivais e pela Rua Coberta.

Não deixe de visitar o Lago Negro e o Mini Mundo e de admirar a paisagem no Mirante Belvedere do Vale do Quilombo.

Melhor Época para visitar: Os períodos de maior movimento em Gramado é no Inverno e nos meses de festividades natalinas.

Receba emails com os melhores descontos, promoções de passagens e ofertas de viagem! 

Leia também a nossa publicação 20 Pontos turísticos de Gramado, a Europa Brasileira com as melhores recomendações para você aproveitar essa cidade incrível do Rio Grande do Sul

4. Pelotas

A cerca de 260 km ao Sul da capital, Pelotas já foi uma das cidades mais ricas do Estado, por causa do charque.

É um lugar com grande influência portuguesa, mas que conta bastante da história do Rio Grande do Sul. Hoje tem um astral jovem super bacana em virtude das suas importantes universidades.

O que visitar: No Centro Histórico estão os principais prédios e monumentos da cidade, como o Mercado Central e o Theatro Guarany.

Também vale reservar algumas horas para fazer um tour guiado na Charqueada São João – que já foi cenário de “A Casa das Sete Mulheres” e o “O Tempo e o Vento”.

Não deixe de experimentar os famosos doces de Pelotas! Se sobrar tempo, visite as praias do Laranjal, que ficam às margens da Lagoa dos Patos.

Cuidado: Ao passear por Pelotas, é preciso tomar os mesmos cuidados de uma cidade agitada.

5. Torres

Torres é uma das cidades mais bonitas do litoral gaúcho. Fica a 180 km ao Norte de Porto Alegre, na divisa do Estado com Santa Catarina.

É famosa pelo seu Festival de Balonismo, que ocorre anualmente e colore o céu da região. Além disso, é um lugar para quem gosta de natureza e aventura.

O que visitar: O Parque Estadual da Guarita, onde estão a  Praia da Guarita, a Torre Sul e a Torre do Meio.

Lá é possível fazer uma trilha pela mata, apreciar a vista de cima de um dos morros e curtir a praia.

Outros lugares legais para conhecer em Torres são a Praia Grande, o Morro do Farol e a Lagoa do Violão.

Melhor Época para visitar: o Verão é a época em a cidade está mais agitada, mas como o clima mais apropriado para curtir a praia.

6. Bento Gonçalves

Moradores animados, gastronomia italiana farta e uma incrível variedade de rótulos de vinho fazem com que Bento Gonçalves seja umas cidades mais procuradas pelos turistas para conhecer no Rio Grande do Sul.

Ela fica na Serra Gaúcha e possui restaurantes e atrações turísticas mais baratas em relação a Gramado.

O que visitar: Uma opção interessante para conhecer Bento Gonçalves é por meio de seus Rotas Turísticas, como a Vale dos Vinhedos e a Caminhos de Pedras.

Também vale a pena passear de Maria Fumaça e  fazer um tour por uma vinícola, como a Vinícola Aurora, a Salton ou a Casa Valduga.

Melhor Época para visitar: A época com maior movimento em Bento Gonçalves é no inverno. Para visitar as vinícolas, o melhor período é o verão, já que os vinhedos estão lotados de uva.

7 – Flores da Cunha

Próxima à Caxias do Sul e Bento Gonçalves, Flores da Cunha é uma cidade pequena e charmosa e também colonizada por italianos.

Ideal para um passeio de final de semana para degustar bons vinhos e apreciar a deliciosa culinária italiana.

O que visitar: O Mirante Gelain e a Cascata Bordin, o Parque da Gruta e a Ponte Valdomiro Bocchese (Ponte dos Suspiros) são atrações em meio à natureza.

As vinícolas também merecem ser visitadas como a Vinícola Salvador, a Luiz Argenta Vinhos Finos – o restaurante Clô que fica por lá é uma ótima opção de almoço – e a Vinhos Monte Reale.

Melhor Época para visitar: Um bom período para visitar é entre setembro e abril. No entanto, assim como em Bento Gonçalves, entre janeiro e março as vinícolas estão repletas de uva.

8. São Francisco de Paula

Apelidada carinhosamente de São Chico, a cidade fica na Serra Gaúcha, a 112 km da capital e a 45 km de Gramado.

Tem pouco mais de 20 mil habitantes e, apesar de pequena, é repleta de encantos naturais. É um passeio tranquilo e ideal para um ou dois dias.

O que visitar: Comece o passeio caminhando pela avenida principal da cidade, a Av. Júlio de Castilhos. É lá que estão os principais monumentos históricos, além da Livraria Miragem, um dos seus cartões postais.

Também é possível fazer um city tour com uma jardineira que parte do centro da cidade. Outros lugares legais para conhecer são o Lago São Bernardo, o Paradouro Rota das Barragens e o Parque das 8 Cachoeiras.

Melhor Época para visitar: o Inverno costuma ser a estação mais charmosa em São Chico.

9. São Miguel das Missões

São Miguel das Missões - Rio Grande do Sul
Ruínas das missões jesuítas em São Miguel das Missões – Imagem: DepositPhoto

O município fica na região Noroeste do Rio Grande do Sul, a cerca de 470 km de Porto Alegre, e faz parte da Rota das Missões.

É um lugar cheio de história! Atrai os visitantes principalmente por causa Sítio Histórico São Miguel Arcanjo, que abriga as ruínas das missões jesuítas e é declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO.

O que visitar: Além de explorar as ruínas de São Miguel, os visitantes podem apreciar o Espetáculo de Som e Luz que ocorre a noite no Sítio Histórico e conta a história dos jesuítas e dos índios guaranis que viviam por lá.

É possível visitar também o Museu das Missões, a Fonte Missioneira, o Ponto de Memória Missioneira e a Fazenda da Laje.

Melhor Época para visitar: As atrações da cidade podem ser visitadas o ano inteiro. No inverno, faz bastante frio por lá, por isso é preciso ir bem agasalhado. No verão, as temperaturas costumam ser bem altas.

10. Cambará do Sul

Pórtico de Cambará do Sul - Rio Grande do Sul
Pórtico de Cambará do Sul – Rio Grande do Sul /DepositPhoto

Uma cidadezinha do interior que guarda belezas naturais incríveis! Cambará do Sul fica nos Aparados da Serra, a 180 km da capital, e é conhecida como a “Terra dos Cânions”.

Atrai visitantes por causa do Ecoturismo, que inclui trilhas na mata, cachoeiras e paisagens deslumbrantes.

O que visitar: Lá é possível visitar os Cânions Itaimbezinho e Fortaleza – e é preciso dispender um dia para cada um.

Com agendamento prévio, os visitantes também podem encarar a desafiadora Trilha do Rio do Boi. Outra opção é visitar as Cascatas dos Venâncios, na Fazenda das Cachoeiras.

No centro da cidade, encontram-se diversas agências de turismo com guias que acompanham os visitantes nas atividades.

Melhor Época para visitar: No verão, costuma ocorrer na região um fenômeno chamado “viração” – uma forte neblina que cobre os cânions. Por isso, a melhor época passear por lá é nos meses mais frios.

11. Três Coroas

Três Coroas não é uma cidade turística, mas tem um potencial enorme! Fica na encosta da Serra, às margens do Rio Paranhana, a 100 km de Porto Alegre.

Recebe o apelido de “Cidade Verde” e não é à toa: dispõe de diversas atrações em meio à natureza, além de esportes radicais como rafting, rapel e canoagem.

O que fazer: O Centro Budista Khadro Ling é o que mais atrai os visitantes à cidade. Ele pode ser visitado gratuitamente, é preciso apenas seguir as regras do local.

Lá também há Parque das Laranjeiras, um dos maiores centros de turismo de aventura do Estado.

No parque há pousada e área para camping, além de diversas atividades como trilhas, arvorismo, paintball, rafting e muitas outras.

Em Três Coroas, fica também o primeiro restaurante Tibetano do Brasil, o Espaço Tibet – e é uma delícia!

Melhor Época para visitar: A melhor época para aproveitar as atividades de aventura é de outubro a maio.

12. Canela

Canela fica do ladinho de Gramado, mas oferece atividades turísticas bem diferentes da sua cidade vizinha. Seu grande atrativo é o ecoturismo – não à toa, seu cartão postal é a Cascata do Caracol.

A cidade foi povoada por imigrantes alemães e italianos, além de fazendeiros de Cima da Serra. Essa influência está bastante presente hoje na sua arquitetura e sua gastronomia.

O que visitar: A Catedral de Pedra, no centro da Cidade, e o Parque do Caracol são paradas obrigatórias. Outros lugares legais para conhecer são o Mirante Laje de Pedra, o Mundo a Vapor, o Ecoparque Sperry, o Alpen Park, o Castelinho Caracol e o Alambique Flor do Vale.

Melhor Época para visitar: Canela costuma estar mais movimentada – e os preços, mais elevados – nos meses de inverno e no período de Natal.

13. Nova Petrópolis

Uma cidadezinha que poderia estar na Alemanha, mas fica no Rio Grande do Sul! Nova Petrópolis é um charme só e encanta por causa da sua arquitetura germânica, suas ruas arborizadas, suas malharias, cervejarias e cafés coloniais.

Para chegar lá, é preciso seguir a Rota Romântica – um caminho lindíssimo ladeado por plátanos.

O que visitar: Para explorar o município, é possível percorrer alguns roteiros turísticos, como os Caminhos Germânicos, a Rota Cervejeira, os Caminhos da Colônia, entre outros.

Outra dica é visitar o Labirinto Verde, a Praça das Flores, o Parque Aldeia do Imigrante e a Galeria do Imigrante, o Parque Esculturas Pedras do Silêncio e o Ninho das Águias.

Melhor Época para visitar: Há eventos na cidade que costumam atrair bastante turistas, como Festimalha, em maio, o Festival dos Sabores da Colônia, em junho, e o Festival Internacional do Folclore, em julho.