A charmosa Vilnius é a capital da Lituânia, o maior dentre os países bálticos (Lituânia, Letônia e Estônia).

A cidade tem atrações para todos os tipos de viajantes, desde parques para caminhadas, passando por restaurantes tradicionais com uma decoração absolutamente original, feiras de inverno regadas a cerveja quente e neve, até grandes centros de compras.

A seguir algumas dicas para você escolher o que fazer em Vilnius durante a sua estadia. A cidade é considerada uma das mais verdes do mundo, transporte público de qualidade e um povo muito receptivo.

Uma boa parte da população fala inglês, principalmente entre os mais jovens, mas não se assuste se encontrar alguém pelo caminho que não entenda absolutamente uma palavra do idioma.

PUBLICIDADE

Durante a sua história a Lituânia esteve bem no fronte de batalha entra a Alemanha e a antiga União Soviética, da qual fez parte até 1991, quando teve a sua independência declarada.

O sentimento de luta pela liberdade é perceptível em diversos museus e pelas bandeiras do país vistas pela cidade.

Se você é um viajante e quer saber o que fazer em Vilnius, preparamos este artigo com atrações, locais, pontos turísticos e as melhores coisas para fazer e conhecer em Vilnius, em 1  dia, 2 dias, a noite e no inverno, veja a seguir.

O que fazer em Vilnius em 1 dia

Avenida Gedimino

Avenida Gedimino
Avenida Gedimino

Essa é a principal avenida do centro da cidade. Super charmosa e encantadora. Ela conecta a cidade velha (Senamiestis) com a parte nova da cidade.

Diversos cafés, restaurantes, praças, museus e teatro. Ela é ótima para aquele passeio de fim de tarde e uma pausa para um café.

Todos os dias, por volta das 19h, uma parte da rua é fechada, permitindo aos pedestres uma caminhada com direito a vista para um dos cartões postais mais bonitos da cidade, a Catedral.

Catedral

Catedral
Catedral

Esse é definitivamente um dos lugares mais bonitos da cidade. Palco de diversos eventos e shows durante o ano todo.

Aproveite para fazer um pedido na pedra que fica entre a Catedral e a torre do relógio e tem a inscrição “Stebuklas”, que significa milagre em Lituâno.

Essa pedra foi simboliza a vitória que o país teve em conseguir a sua independência do governo soviético. Diz a lenda que se você ficar sobre a pedra, girar três vezes no sentido horário e fazer um pedido, que ele se realiza.

Torre de Gediminas

torre de Gediminas
Torre de Gediminas – BigStock

Essa torre fica logo atrás da Catedral, e é o que sobrou do castelo que havia no local. A torre foi restaurada e abriga um pequeno museu, atualmente com duas exposições, uma delas mostrando mais detalhes a respeito do castelo que havia no local e a outra sobre o “caminho báltico” (cordão humano formado entre Vilnius e Tallin, capital da Estônia, para pedir pela independência dos países bálticos em 1989).

O acesso é por um caminho de pedra bastante peculiar. Para subir na torre custa 5,00 euros, e lá de cima é possível ter uma visão 360° da cidade.

Jardim de São Bernardino

É um parque extremamente agradável para uma caminhada e descansar um pouco entre uma atração e outra. O lugar fica próximo à Catedral e funciona das 7h às 22h.

Museu da Ocupação e Luta pela Liberdade

Para quem gosta de conhecer a história do país esse é definitivamente o lugar. O museu está localizado em uma travessa da Av. Gedimino, na rua Aukų, 2A.

O prédio era um quartel general da KGB durante a ocupação soviética no país. A entrada custa 4,00 euros e é recomendado tirar metade do dia para aproveitar a visita. É possível conhecer a prisão que fica na parte subterrânea do prédio.

Restaurante Etno Dvaras

A deliciosa comida típica Lituânia consiste em muitos pratos com batata e carne de porco. E o melhor lugar para conhecer a culinária local é o restaurante Etno Dvaras, localizado na Rua Pilies, 16.

Como entrada vale a pena experimentar o “šaltibarščiai”, ou sopa fria de beterraba, o prato é uma delícia e a cor simplesmente sensacional.

Receba emails com os melhores descontos, promoções de passagens e ofertas de viagem! 

Outro prato bastante tradicional são os “cepelinai”. Eles são feitos com massa de batata cozida, podendo ser recheados de carne de porco ou cogumelos, e ver acompanhados com sour cream.

A panqueca e linguiça de batata também são deliciosas, e com certeza vale a pena experimentar.

Cidade velha (Senamiestis)

Sem dúvida alguma um passeio pelas ruas estreitas e charmosas da cidade velha será uma das coisas mais marcantes que você pode fazer pela cidade. Ah, e não se preocupe, você vai acabar se perdendo, mas ficará encantado com o lugar.

Durante a caminhada é possível conhecer diversas igrejas, e olha que não são poucas, somente no centro são 31 delas. Então entre uma rua e outra você vai encontrar uma igreja totalmente diferente da outra.

Uma das que valem a visita é a Igreja de Sant’Anna, ela não é a maior, mas sem dúvida é a mais bonita delas. Vale o desafio para conseguir o angulo perfeito para tirar uma foto.

O que fazer em Vilnius em 2 dia

Pôr do sol na Colina das três Cruzes

A colina está localizada próximo à Catedral, e a vista lá de cima é magnífica, dá para ver a cidade velha inteira. O caminho não é tão difícil, asfaltado na maior parte.

A colina fica aberta 24h e o pôr do sol lá pode ser um espetáculo maravilhoso da natureza.

Mercado Halês

Halle Market
Halle Market

O Mercado fica à cerca de 500m da estação de trem, lá é possível encontrar os mais variados tipos de carnes secas e defumadas, além de linguiças, carne fresca e uma grande variedade de frutas e verduras frescas.

Street Art

Para quem gosta de grafites, próximo ao Mercado Halės é possível encontrar alguns que são bastante marcantes e considerados um dos pontos fortes da cidade. É possível encontrar a descrição de todos os grafites da cidade.

República de Užupis

Uzupis um distrito de Vilnius
Uzupis um distrito de Vilnius

O bairro mais peculiar de Vilnius definitivamente é o Užupis. Após a independência Lituâna em 1991 o bairro possuía aluguéis bastante baratos, o que acabou atraindo pessoas de baixa renda para o local, incluindo muitos artistas.

Em 1997 os moradores decidiram declarar a independência do local, com direito a moeda, bandeira, constituição, presidente e embaixadores. E se você quiser, ainda pode ter seu passaporte carimbado.

Vingio Parque

Para quem prefere passeios ao ar livre pode optar por passear nesse parque. É um dos maiores da cidade, e tem fácil acesso pelo centro da cidade.

Se preferir também é possível, entre Maio e Outubro, bicicletas por cerca de 4 euros. E ainda dá para aproveitar e passear pela cidade depois.

Rio Neris

Rio Neris em Vilnius
Rio Neris em Vilnius

Uma caminhada pelo Rio Neris, que cerca a cidade é uma delícia. É possível ver diversos patos, pessoas pescando e se você se animar ainda dá para passear de barco. Os passeio duram em média 40 minutos e custam cerca de 10 euros.

O que fazer em Vilnius no Inverno

Feiras locais

Kaziukas - Feira de são Casimiro Vilnius - Lituânia
Kaziukas – Feira de são Casimiro Vilnius – Lituânia

As feiras locais são uma atração à parte, a principal dela é a “Kaziukas”. Essa feira acontece uma vez por ano, sempre no início de Março.

São barracas espalhadas pela cidade velha inteira, e você pode encontrar de tudo um pouco: comida típica, roupas, bebidas, utensílios de madeira, flores decorativas, antiguidades, livros, artigos de lã.

Castelo de Trakai

Castelo de Trakai
Castelo de Trakai

O Castelo de Trakai não é tão grande quanto outros castelos europeus, mas chama atenção pelos seus tijolos vermelhos, e parece ter saído de um conto de fadas.

O Castelo está cercado por um lago, que fica completamente congelado durante o inverno, permitindo que os visitantes patinem ou caminhem sobre ele.

O acesso de Vilnius é bem fácil tanto por ônibus quanto por trem (a passagem de ida e volta custa em torno de 3,50 euros), e o percurso dura meia hora. Há diversos horários durante todo o dia.

Chegando na cidade é possível pegar um táxi para ir até o Castelo por aproximadamente 4 euros, mas se preferir pode caminhar por cerca de meia hora durante a rua principal e observar a arquitetura única e charmosa da cidade.

Para saber tudo e como chegar, leia este outro artigo completo sobre o Castelo de Trakai

Celebração do Užgavėnės

Celebração do Užgavėnės - Lituânia
Celebração do Užgavėnės, Lituânia – Imagem: Depositphotos

O povo lituano foi pagão até o fim do século XIV. Mas alguns costumes ainda podem ser apreciados pelos visitantes, como a celebração do “Užgavėnės”.

Essa festa celebra o final do inverno e reune pessoas com máscaras e roupas coloridas. Ocorre na sétima semana antes da páscoa, e coincide com o Carnaval no Brasil.

É uma ótima oportunidade para comer panquecas de batata e apreciar o inverno e as ruas ainda repletas de neve.

Torre do Relógio da Catedral

Vilnius fica absolutamente linda durante o inverno, e um dos lugares em que é possível observar isso é na torre do relógio da Catedral.

A Torre foi reformada recentemente, e abriga um singela exposição com partes antigas do relógio e alguns sinos para o público interagir.

Mas a maior surpresa é a vista da parte mais alta da torre. Para subir custa 4,50 euros e fica aberta 10h às 16h durante o inverno.

Shopping

Para quem prefere fazer compras e ficar em um ambiente mais quentinho a cidade possui três shoppings centers. Em geral os shoppings funcionam das 9h às 22h.

O primeiro deles, e o menor é o GO9, que fica na Av. Gedimino, 9. Uma ótima opção para quem se hospedar no centro.

O outro shopping é o OZAS, ele fica um pouco distante do centro, mas o acesso de ônibus é fácil, basta pegar o ônibus 53-Fabijoniškės no ponto “Žaliasis tiltas” e descer no ponto “Licėjus”. O percurso leva entre 15-20 minutos e o ônibus custa 1,00 euro.

A terceira opção é o AKROPOLIS. Para chegar ao shopping há duas opções de ônibus saindo do ponto “Žaliasis tiltas” e descendo no ponto “Šeškinė”: 3G-Fabijoniškės ou 43-Justiniškės. O percurso também leva entre 15-20 minutos.

Cat Cafe

Para quem adora animais e ama café essa é uma passagem obrigatória durante a visita à cidade. O local fica na Av. Gedimino, 5, e está sempre lotado, então é bom fazer reserva (pelo site deles).

Lá os gatos, são cerca de 14, ficam soltos e você pode interagir com eles e tomar um café para se esquentar nos dias frios. O local também serve refeições quentes e coquetéis. Os preços são acessíveis e os pratos custam em média 6,00 euros.

O que fazer em Vilnius a noite

Coccain

Se você é daqueles que gosta de dançar então esse é o lugar. A casa noturna fica bem localizada, na avenida Gedimino, 2, próximo à Catedral.

Ela começa a funcionar às 22h, e se chegar até as 23h não há taxa para entrar. O local possui guarda volume. Os drinks e cervejas não são exatamente baratos, custam a partir de 5 euros.

Artesanato e rascunho

Esse é um bar excelente para quem gosta de cerveja artesanal e whiskey. A variedade de bebidas é enorme, e meio litro de cerveja custa em média 3,50 euros. Os snacks e lanches são bem gostosos. O bar está localizado na Avenida Gedimino, 5.

Bistro 18

Para quem gosta de comida boa, um bom vinho e um ambiente mais calmo o restaurante Bistro 18 é sem dúvida uma boa opção. Ele está localizado no coração da cidade velha na rua Stiklių, 18.

Os pratos do dia incluem risoto, sopa e massa, custam cerca de 6,00 euros, e com certeza você não irá se arrepender.

Você será o terceiro

Esse bar é estilo taverna, com mesas e bancos e o interior todo de madeira. As opções de cerveja não são muitas e custam em média 3,50 euros. Fica no centro, na rua Totorių, 18. Para comer são servidos pratos típicos lituanos. Recomenda-se reservar um lugar.

Cerveja

Esse lugar é uma mistura de bar com casa noturna. Ele fica na rua dos bares a Vilniaus. Na parte superior você pode desfrutar de uma cerveja bem gelada com pão frito (petisco tradicional lituâno). Por volta das 23h é possível ir à parte de baixo do local, onde está localizada a pista de dança.

Mais Mais Mais Gastrobaras

Se a intenção é gastar pouco e mesmo assim se divertir essa é sem dúvida a melhor opção na cidade. O acesso pelo bar pode ser pelo shopping GO9 ou pela Av. Gedimino.

Não há muitas opções de cerveja, mas ela são baratas, meio litro custa 1,50 euro. Para comer são servidas pequenas porções individuais que custam cerca de 2,00 euros cada.