Um dos destinos da América do Sul mais procurados pelos mochileiros, San Pedro de Atacama surpreende pelas suas belas paisagens e sua atmosfera única.

A cidade é a principal porta de entrada para o deserto do Atacama e para o Salar de Uyuni, duas maravilhas naturais do nosso continente.

San Pedro de Atacama
San Pedro de Atacama

Além disso, é casa de um povo hospitaleiro, sorridente e repleto de tradições que se refletem em seu artesanato e gastronomia. Acompanhe nosso guia por San Pedro de Atacama e descubra o que mais esse destino tem a oferecer.

Onde fica?

San Pedro de Atacama localiza-se no norte do Chile, mais especificamente na região de Antofagasta.

PUBLICIDADE

Como Chegar?

Existem várias opções para chegar a San Pedro de Atacama a partir do Brasil, sendo o avião a opção mais rápida e cômoda. O aeroporto mais próximo está em Calama, cidade localizada a aproximadamente 100 km de San Pedro de Atacama.

A Latam é a única companhia aérea que opera o trecho completo, havendo uma conexão em Santiago, capital do Chile. No entanto, para quem já está em Santiago há as empresas low cost Sky e JetSmart, que operam o trecho Santiago-Calama a melhores preços.

A partir de Calama, é possível contratar um transfer compartilhado até San Pedro de Atacama em uma das diversas empresas existentes no saguão do aeroporto.

Para os mais econômicos, uma outra opção é ir de Santiago a San Pedro de Atacama de ônibus. A empresa Turbus realiza o trajeto, que dura em média 24 horas.

Os mais aventureiros podem optar por fazer o trajeto do Brasil a San Pedro de Atacama de carro.

As vantagens são conhecer as maravilhosas paisagens do norte da Argentina e ter a oportunidade de esticar a viagem até o emblemático monumento Mano del Desierto, localizado na Rodovia Pan-Americana.

É necessário visto?

Brasileiros com destino ao Chile não precisam de visto ou passaporte. Basta apenas apresentar o RG em bom estado de conservação e com menos de 10 anos de expedição.

É necessário tomar alguma vacina?

Brasileiros não necessitam de vacinas para entrar no Chile.

É obrigatório seguro viagem?

O governo do Chile não exige seguro viagem para brasileiros que entram em seu território. Porém, tendo em vista que San Pedro de Atacama é um destino de aventura e que o sistema de saúde do Chile é pago, não é esperto viajar sem seguro.

Idioma local

No Chile, o idioma oficial é o espanhol. Porém em algumas agências, os passeios podem também ser feitos em inglês ou português.

Moeda local

A moeda do Chile é o peso chileno (CLP). A cotação para comprar a moeda no Brasil não é vantajosa, portanto recomenda-se trocar a moeda no Chile.

Para quem vai passar alguns dias em Santiago antes de embarcar para San Pedro de Atacama, as melhores cotações são encontradas na Rua Agustinas, no centro de Santiago.

Para aqueles que vão direto para San Pedro de Atacama, o mais vantajoso é comprar o mínimo necessário de pesos chilenos no aeroporto de Santiago e fazer o restante do câmbio no centro de San Pedro de Atacama.

Lá a dica é pesquisar e barganhar bastante nas casas de câmbio localizadas na Rua Toconao.

Horário e Altitude

A diferença de fuso horário é de uma hora a menos em San Pedro de Atacama em relação à Brasília. Porém, de metade de outubro até metade de novembro e metade de fevereiro até metade de março os horários tornam-se iguais devido ao horário de verão chileno.

A cidade de San Pedro de Atacama localiza-se a uma altitude de 2408 metros, porém os passeios realizados em seus entornos podem chegar a até 5600 metros.

Receba emails com os melhores descontos, promoções de passagens e ofertas de viagem! 

Logo, é importante tomar alguns cuidados especiais que relatarei mais abaixo para evitar o mal da altitude.

Temperatura média

San Pedro de Atacama está localizada no meio de um deserto, portanto suas temperaturas são extremamente variáveis. Durante a primavera e o verão, a temperatura varia de 30°C durante o dia a 10°C durante a noite.

Já no outono e inverno a variação é de 20°C durante o dia a 0 °C durante a noite. Porém, em alguns passeios é possível encontrar temperaturas negativas até mesmo no verão, como é o caso dos Geysers El Tatio.

O que fazer?

San Pedro de Atacama está rodeada por inúmeras belezas naturais. Na cidade há várias opções de agências que levam a tours para explorar esses lugares, desde as mais simples que oferecem apenas transporte e guia até as mais sofisticadas que contam com refeições ao ar livre.

Quem estiver de carro pode fazer os passeios sem agência, porém não é recomendado uma vez que muitos lugares não contam com sinal de GPS e as mudanças de altitude podem desestabilizar até os motoristas mais experientes.

Vamos aos principais passeios:

Vale da Lua e Vale da Morte.

Vale da Lua
Vale da Lua

Localização: Cordilheira do Sal

Altitude: 2500 metros

Valor: CLP $ 3000 (entrada do Valle de La Luna) + tour da agência (a partir de CLP $ 10000)

O Valle de La Luna é constituído por formações rochosas salinas esculpidas pela ação do vento e também pela antiga exploração de sal na região.

Nos passeios, visita-se uma caverna de sal, utilizada pelos antigos mineradores, e as seguintes formações rochosas: Três Marias, Anfiteatro e Duna Maior. Durante todo o trajeto é possível avistar o vulcão Licancabur ao fundo.

Por fim, o tour segue para a região do Valle de La Muerte. Após uma vista panorâmica do local, aprecia-se o maravilhoso pôr do sol atacamenho na Piedra del Coyote.

Valle de La Muerte
Valle de La Muerte – Imagem Adobe Stock

Lagoas Altiplânicas e Pedras Vermelhas

Lagoa Altiplanica
Lagoa Altiplanica – Imagem Adobe Stock

Localização: Cordilheira dos Andes/ Salar do Atacama

Altitude: 4260 metros

Valor: CLP $ 3000  (entrada das Lagunas Miscanti e Miñiques) + CLP $ 2500  (entrada da Laguna Chaxa) + tour da agência (a partir de CLP $ 50000)

As Lagunas Altiplânicas são lagos localizados a mais de 4000 metros de altitude, no chamado Altiplano Andino.

Durante os passeios organizados pelas agências são visitadas as Lagunas Miscanti e Miñiques, que estão ao lado dos vulcões de mesmo nome.

Também é visitada a Laguna Tuyajto, cuja superfície assemelha-se a um espelho, devido a grande concentração de sal.

Laguna Tuyajto
Laguna Tuyajto – Imagem Adobe Stock

O passeio segue para Piedras Rojas, de onde é possível avistar de um mirante uma lagoa e a pedras de uma incrível coloração avermelhada devido a grande quantidade de minerais nas rochas.

Piedras Rojas
Piedras Rojas – Imagem Adobe Stock

Por fim, a expedição segue para a Laguna Chaxa, que se localiza no Salar do Atacama. A paisagem formada por sal é deslumbrante.

Como essa lagoa localiza-se dentro da Reserva Natural Los Flamencos, é possível admirar centenas de flamingos e aprender um pouco mais sobre eles no centro de visitantes.

Durante esse passeio, algumas agências levam aos povoados de Toconao e Socaire, onde pode-se fazer refeições e comprar artesanatos produzidos pelos locais, além de admirar as construções típicas desses vilarejos.

Géiser El Tatio

Géiser El Tatio
Géiser El Tatio

Localização: Cordilheira dos Andes

Altitude: 4321 metros

Valor: CLP $ 10000  (entrada dos Geysers) + valor da agência (a partir de CLP $ 25000)

Trata-se do maior grupo de geysers do Hemisfério Sul, cujas águas saem do chão a uma temperatura de 86°C formando uma grande cortina de fumaça ao entrar em contato com a superfície.

Para admirar esse fenômeno, é necessário chegar ao local ao amanhecer. Após esse espetáculo, é possível banhar-se em uma piscina natural térmica.

povoado de Machuca
povoado de Machuca – Imagem Adobe Stock

Na volta, algumas agências levam ao povoado de Machuca, onde é vendido o famoso espetinho de carne de lhama.

Lagoa Cejar, Ojos del Salar e Laguna Tebinquinche

Laguna Cejar
Laguna Cejar – Adobe Stock

Localização: 30 km de San Pedro de Atacama

Altitude: 2400 metros

Valor: CLP $17000 (entrada na Laguna Cejar) + tour da agência (a partir de CLP $ 18000)

A Laguna Cejar é uma lagoa que possui uma quantidade grande de sal que não permite afundar, proporcionando uma sensação de flutuação.

Ojos del salar
Ojos del salar – Imagem Adobe Stock

Depois são visitados os Ojos del Salar, poços de água doce no meio do deserto. Por fim, admira-se um belo pôr do sol às margens da Laguna Tebinquinche.

Laguna Tebinquinche
Laguna Tebinquinche – Imagem Adobe Stock

Além dos passeios citados, há uma infinidade de outras atrações em San Pedro de Atacama que agradam a todos os públicos.

Há tours noturnos para ver estrelas e planetas, trekkings, subidas à vulcões, lagunas escondidas, vales de montanhas coloridas, sandboard e até passeios de balão. Além disso, a cidade é porta de entrada para as expedições ao Salar de Uyuni na Bolívia.

Quanto tempo ficar em San Pedro de Atacama?

Como visto na seção sobre passeios, há inúmeras opções de atividades em San Pedro de Atacama. Portanto, a quantidade de dias de viagem depende do que o viajante quer conhecer.

No entanto, o recomendado é no mínimo 3 dias inteiros para visitar as principais atrações e ainda ter tempo para passear um pouco pelo centro da cidade.

Melhor época para visitar?

San Pedro de Atacama é visitável em qualquer época do ano e, em diferentes estações, é possível encontrar paisagens completamente novas.

Apenas em janeiro e fevereiro, época do chamado inverno altiplânico, há possibilidade de chuvas na região, as quais podem levar ao fechamento de alguns passeios.

Onde ficar?

Em San Pedro de Atacama, há opções de hospedagem para todos os bolsos e perfis de viajantes. Recomenda-se ficar próximo a Rua Caracoles, principal rua do centro da cidade, onde se localizam os principais restaurantes, lojas e agências. Seguem algumas dicas de hospedagens na região:

La Casa de Matilde

Para os aventureiros que procuram bons preços e gostam da interação dos hostels, La Casa de Matilde é uma boa opção. A hospedagem oferece café da manhã e conta com uma cozinha para os viajantes prepararem suas próprias refeições.

Conheça e reserve a La Casa de Matilde acessando aqui

A Casa da Cidade Hostel

Essa hospedagem é ideal para aqueles que desejam mais privacidade e conforto. Ela fica bem próxima à Praça de San Pedro de Atacama, principal ponto de encontro da cidade.

Hotel Poblado Kimal

Os viajantes mais exigentes terão um bom custo-benefício ao escolher esse hotel, o qual oferece quartos climatizados, banheiras de hidromassagem e um centro de relaxamento, ideal após expedições longas pelo deserto.

Alto Atacama Desert Lodge & SPA

Para quem procura os melhores padrões de hospedagem, esse hotel é uma ótima opção. Com sua tarifa all-inclusive, o viajante não terá preocupações e poderá desfrutar ao máximo sua estadia em San Pedro de Atacama.

Onde comer?

Assim como as hospedagens, as opções gastronômicas em San Pedro de Atacama agradam a diversos gostos.

Não deixe de experimentar o famoso lomo al pobre, os sucos e sorvetes artesanais com frutas típicas da região e a pisco sour, famosa bebida chilena. Seguem algumas recomendações:

O Pica Del Indio

Oferece opções econômicas através do menu do dia (entrada, prato principal e sobremesa) a preços a partir de CLP $ 5000.

Babalu Heladeria

Sorveteria artesanal que surpreende pelos sabores exóticos, como rica rica, quinoa e cacto.

Baltinache

Trabalha com duas opções de menu do dia e diferencia-se por mesclar a culinária moderna com a tradicional mapuche. Necessário reservar.

Preço estimado da viagem

Os custos com a viagem a San Pedro de Atacama podem variar, de acordo com os passeios realizados e o perfil do viajante. Porém em média podemos estimar os seguintes custos para uma viagem de 3 dias:

  • Aéreo do Brasil até Calama: a partir de R$ 1300,00
  • Seguro-viagem: a partir de R$ 150,00
  • Tranfer de Calama até San Pedro de Atacama: CLP $ 20000
  • Hospedagem: a partir de R$ 300 (hostel com quarto compartilhado)
  • Passeios: a partir de CLP $ 138500 (realizando os passeios citados no artigo)
  • Alimentação: a partir de CLP $ 40000
  • Água: a partir de CLP $ 3000
  • Presentes e lembranças: a partir de CLP $ 15000
  • Logo, um custo estimado para essa viagem é de R$ 3000,00 em um perfil de gastos econômico.

Melhores tipos de roupas e itens para levar nessa viagem

Fazer a mala para San Pedro de Atacama é uma tarefa complicada, uma vez que a amplitude térmica da cidade e dos passeios é enorme. Porém, seguem algumas recomendações do que é imprescindível levar:

  • jaqueta corta-vento, blusa térmica, calça térmica, gorro e luvas para enfrentar os passeios de altitude;
  • sapatos confortáveis, de preferência botas para caminhada;
  • roupa de banho, chinelos e toalhas de secagem rápida;
  • roupas leves para passear pela cidade (caso seja primavera ou verão);
  • boné e óculos de sol;
  • protetor solar, hidratante corporal e de rosto e soro fisiológico (para hidratar os olhos e narinas);
  • mochila ou bolsa pequena para levar aos passeios.

Cuidados na viagem para o San Pedro de Atacama

O grande medo de muitas pessoas que pensam em viajar a San Pedro de Atacama é o chamado soroche.

Devido a grande altitude dos passeios, algumas pessoas podem apresentar dores de cabeça, dificuldade para respirar e sangramento no nariz. Porém, alguns cuidados simples podem evitar o aparecimento desses sintomas:

  • aclimatar-se antes de realizar os passeios de maior altitude. O ideal é iniciar pelos passeios mais baixos e com o passar dos dias na cidade ir para os mais elevados;
  • manter-se hidratado;
  • evitar o consumo de carne bovina;
  • não exagerar no consumo de álcool;
  • evitar excesso de atividades físicas, principalmente nos primeiros dias.

Caso os sintomas apareçam, os habitantes locais aconselham mascar folhas de coca, as quais são vendidas nas feirinhas da cidade.

O consumo é permitido por lei e não causa nenhum tipo de sensação alucinógena, apenas a diminuição dos sintomas. A diminuição de altitude também ameniza o problema.

Porém, caso os sintomas não desapareçam ou a pessoa tenha algum problema de saúde prévio é aconselhável procurar um médico.

Como aproveitar o San Pedro de Atacama?

Para aproveitar melhor sua viagem a San Pedro de Atacama, seguem algumas dicas abaixo:

  • Não vá com nenhum passeio previamente contratado. Ao chegar na cidade há muitas opções de agências e ao contratar diversos passeios é possível conseguir descontos;
  • Se você faz questão de fazer os passeios com uma agência específica, verifique se o tour será realizado com a própria agência na hora da contratação. A maioria das agências em San Pedro de Atacama terceiriza os serviços para outras;
  • Leve muita água aos passeios. O ideal é no mínimo 2 litros por pessoa. Devido ao clima e a baixa umidade no ar o risco de desidratação é alto.
  • Pague sua hospedagem em dólares para obter desconto do IVA (19%).
  • Aproveite o wi-fi gratuito na praça central de San Pedro de Atacama.

Após a leitura desse guia, temos certeza de que você está preparado para ser surpreendido pelas belezas naturais de San Pedro de Atacama e o sorriso contagiante do seu povo. Aventure-se também por esse incrível destino chileno.

Artigo escrito por Sandi Vasiliausha, que viajou para San Pedro de Atacama no início do ano.