Viajar para a Irlanda será uma das melhores experiências da sua vida! Pode até parecer muita pretensão, mas é isso que a Ilha Esmeralda quer proporcionar para os seus visitantes.

Com moradores super receptivos, cidades acolhedoras, natureza exuberante e festas animadíssimas, o país definitivamente sabe como receber!

Onde fica

A República da Irlanda está na Europa e ocupa a maior parte da Ilha da Irlanda, onde também está localizada a Irlanda do Norte – país pertencente ao Reino Unido.

É banhada por diferentes mares: o Oceano Atlântico a oeste, o Mar da Irlanda a leste, o Canal do Norte a nordeste, e o mar Céltico e o Canal de São Jorge a sul e sudeste.

Como viajar para irlanda? (Como chegar)

Para viajar para a Irlanda, não há voos diretos partindo do Brasil. Ou seja, é necessário fazer escalas em outros países da Europa, como na França, na Alemanha, na Holanda ou na Inglaterra.

Também há rotas com paradas em cidades dos Estados Unidos, já que esse é um dos destinos preferidos dos irlandeses.

O maior e mais importante aeroporto do país fica em Dublin, a cerca de 10 km do centro da cidade. É por lá que chegam e partem os aviões maiores e de destinos mais distantes.

De lá é possível embarcar em um ônibus da linha AirCoach que com destino ao centro da capital e à diversas cidades da Irlanda. As passagens podem ser adquiridas no site.

Outra opção para quem está chegando no país é aterrissar no aeroporto de Cork – na cidade de Cork -,  de Shannon – localizado entre as cidades de Ennis e Limerick – ou da Irlanda West Knock – ao sul de Charlestown, no condado de Mayo.

Leia tambémCork, Irlanda – O Que fazer em 1, 2, 3 dias, no inverno e à noite

Precisa de visto?

Não é necessário visto se você é turista na Irlanda. Em caso de intercâmbio, o visto é solicitado pelo agente de imigração no momento da entrada do estrangeiro no país e tem prazo de 90 dias para ser regularizado.

Vacinas necessárias para viajar

Há países nos quais a aplicação de algumas vacinas antes de viajar são obrigatórias. Mas esse não é o caso da Irlanda.

É obrigatório seguro viagem?

Para turistas que ficarão menos de 90 dias na Irlanda, o seguro viagem não é obrigatório. No entanto, o conselho é contratá-lo mesmo assim.

Isso porque, apesar do país oferecer serviço público de saúde, a sua utilização não é gratuita como no Brasil e pode sair bem cara. É melhor prevenir!

Moeda local

A Irlanda é um dos países que pertencem à zona do Euro. O real não é uma moeda muito comprada pelos europeus, por isso, é bem difícil fazer o câmbio por lá.

A dica é levar do Brasil a quantia necessária para a viagem. Outra opção é o cartão Travel Money, bem aceito nos estabelecimentos locais.

Em caso de emergência, é possível fazer o câmbio de Dólar ou Libra Esterlina por Euro nos Post Offices.

Línguas Oficiais

A língua oficial do país é o gaélico! Mas, calma: o idioma só é encontrado em placas de trânsito e prédios oficiais ou em comunidades que vivem no interior do país.

A segunda língua oficial é o inglês que, apesar do sotaque irlandês, pode ser bem compreendido pelos visitantes.

Expressões que você irá ouvir muito na Irlanda

What’s the craic?

Os irlandeses usam essa expressão para perguntar, de maneira informal,  “o que houve?” ou “o que está rolando?”.

Cheers

Aos invés de “thank you” (obrigado), os irlandeses falam “cheers” quando querem agradecer.

Grand

Tudo que é muito bom é “grand” para os irlandeses. Por exemplo, quando se pergunta “how was your weekend?” (como foi seu final de semana?), eles respondem “my weekend was grand!” (meu final de semana foi ótimo!).

Hold your horses

Quando alguém está muito apressado, as irlandeses usam a expressão “hold your horses” (segure seus cavalos) para pedir calma ou dizer “espere um pouco”.

Your man

“Your man” (seu homem) é uma expressão utilizada para se referir a uma terceira pessoa, da qual o irlandês não sabe o nome ou nunca viu antes.

Not too bad

Ao perguntar “how are you?” (como vai você?) a um irlandês, a resposta provavelmente será “not too bad” (não tão mal), ao invés de “fine” (bem), por exemplo.

Quanto custa viajar para Irlanda?

É difícil estimar um preço para sua viagem para a Irlanda, já que tudo vai depender do tempo despendido no país e das atividades planejadas.

A Irlanda tem um dos salários mínimos mais altos da Europa, portanto, o custo de vida por lá é mais elevado do que em outros países, como Portugal, Espanha e Itália, por exemplo.

Isso não quer dizer, no entanto, que você irá gastar rios de dinheiros por lá. Há programas para todos os bolsos, assim como locais para comer e hospedagens mais econômicas.

Quanto tempo ficar para conhecer bem o país?

Para conhecer bem a Irlanda, o ideal é ficar por lá por, pelo menos, uma semana. O país tem diversas atrações fantásticas nas áreas litorâneas e rurais, que ficam longe dos centros urbanos.

Visitá-los requer mais tempo, para que possam ser realmente aproveitados.

Melhor época para viajar para Irlanda

Não há uma única época ideal para viajar para a Irlanda. Os meses de Verão, entre Maio e Julho, costumam ser os mais procurados pelos turistas devido às temperaturas mais elevadas – que chegam, no máximo, a 25°C .

Por isso, a  Primavera, de  Fevereiro a Abril, e o Outono, entre Agosto e Outubro, são boas opções para quem quer fugir da agitação do veraneio e aproveitar temperaturas amenas.

Para quem gosta de frio, o ideal é visitar a Irlanda no Inverno, entre Novembro e Janeiro, que não é tão rigoroso como em outros países da Europa.

No entanto, nesse período escurece cedo: há dias em que o sol se põe às 16h! Quanto às chuvas: bem, na Irlanda, elas são quase mais famosas que os pubs. Vá preparado, pode chover a qualquer momento.

Onde ficar?

A Irlanda possui ótimas opções de hospedagem, mesmo nas menores cidades.

Para quem quer ficar próximo ao número maior de conveniências, a dica é se hospedar em cidades maiores como Dublin, Cork, Limerick, Galway ou Waterford.

As maiores redes de hotéis na Irlanda são a Clayton Hotels e a Maldron Hotels, que pertencem à mesma companhia e possuem hospedagens em diversas cidades do país.

Uma opção econômica são os B&B’s (Bed and Breakfast), uma espécie de pousada na qual o proprietário opta por abrir sua casa para hospedar visitantes e oferece local para dormir e tomar banho, além de café da manhã.

Onde comer?

Darkey Kelly’s Bar & Restaurant – Um pub com música animada e comida a preço justo, um ótimo lugar para experimentar pratos típicos como o Beef & Guinness Stew, o Fish and Chips e o Seafood Chowder.

Localização: Fishamble St, Dublin 2

LovinSpoon – Um lugar pequeno e aconchegante com um dos melhores cafés da manhã irlandeses da cidade! Eles também servem chás, cafés e bolos com gostinho de feito em casa.

Localização: 13 North Fredrick Street, Dublin 1.

The Oliver Plunkett – Reserve uma noite para curtir o “Traditional Irish Dinner and Show”, no qual é possível degustar uma refeição típica, acompanhada de cerveja e um show de música irlandesa. O pub oferece uma experiência completa!

Localização: 116 Oliver Plunkett Street, Cork.

Gallaghers Gastro Pub – O pub gastronômico é perfeito para experimentar receitas irlandesas típicas em uma versão mais moderna, seja no almoço ou no jantar.

Localização: 32 Mac Curtain St, Cork.

John Keogh’s – The Lock Keeper – Com atendimento cordial e ambiente aconchegante, o pub é ideal para degustar pratos típicos do litoral irlandês. Dica: peça as ostras de entrada!

Principais comidas típicas

  • Irish Stew: uma espécie de ensopado carne, batata e legumes.
  • Fish and Chips: peixe com batatas fritas.
  • Irish Breakfast: um café da manhã com salsichas, bacon, ovo, feijão, pão e cogumelos.
  • Seafood Chowder: uma sopa de peixe e frutos do mar.
  • Guinness Stew: cozido de carne com cerveja Guinness, cenouras, batatas e vários temperos.
  • Boxty: panqueca irlandesa feita com batatas.
  • Soda Bread: um pão que, ao invés de fermento, leva bicarbonato de sódio.

Serviço de transporte

É possível viajar pela Irlanda utilizando transporte rodoviário ou ferroviário.

BusEireann.ie  –  é a principal companhia de transporte rodoviário da Irlanda, que opera ônibus nacionais e internacionais.

Pode-se comprar passagens direto na site da empresa ou nas estações rodoviárias.

DublinBus – é a companhia responsável pelo transporte público de Dublin e arredores. É super fácil de locomover na capital usando o ônibus e as linhas podem ser consultadas no site da empresa.

Irishrail.ie – os trens que ligam cidades de diversas regiões da Irlanda são operados pela Irish Rail. A consulta do itinerário pode ser feito pelo site, assim como a compra das passagens, que também pode ser feita nas estações de trem.

Luas.ie – os bondes são uma alternativa de transporte público em Dublin e região. Eles são operados pelo Dublin’s Light Rail Tram System. As rotas do bonde também pode ser no site da empresa.

Dica: para quem vai utilizar com o transporte público na Irlanda com bastante frequência, vale a pena adquirir o cartão pré-pago Leap Card.

Depois de comprado (consulte os locais de venda aqui), ele pode ser abastecido com créditos em diversas lojas de conveniência de Dublin, Cork, Galway, Limerick e Waterford.

As tarifas de ônibus, bonde e trem são reduzidas para quem possui o cartão.

Cultura do povo irlandês

O povo irlandês comemora tudo no pub – do batizado ao casamento.

Os irlandeses se reúnem para torcer pelo futebol gaélico. O esporte é uma mistura entre o futebol de campo, o futebol americano, o handebol e o rugby.

As principais refeições são o café da manhã e o jantar – esse último é feito mais cedo do que no Brasil, entre 18h e 19h. Os restaurantes também fecham cedo.

Por isso, se você estiver com fome tarde da noite, só encontrará pubs e restaurantes de fast food abertos.

O almoço dos irlandeses costuma ser um sanduíche com salada ou sopa.

O interruptor do banheiro fica do lado de fora do cômodo!

Se você for fazer compras no mercado, deverá levar sua própria sacola ou pagar alguns centavos a mais para adquirir uma.

Na Irlanda, sorry não é apenas “desculpa”. Eles também usam a palavra para pedir licença.

Os irlandeses tomam chá todos os dias e quase sempre colocam leite. As mais famosas marcas de chá produzidas por lá são Barry’s Tea, Lyons Tea e Bewley’s.

O que não é permitido

  • É proibido consumir bebidas alcoólicas em áreas públicas, como em parques, ruas e praias.
  • Ao contrário do Brasil, os transportes públicos da Irlanda não possui cobrador nem catracas. Mas, deixar de pagar a passagem pode render uma multa de quase 100 euros.
  • Na Irlanda, a idade mínima para entrar nos pubs a noite é 21 anos. Quem é mais novo não pode entrar nem acompanhado de pessoas mais velhas.

Viajar da Irlanda para outros países – É Difícil?

Apesar de ser uma ilha, é bem fácil se descolar da Irlanda para outros países da Europa e é possível fazer isso através do transporte aéreo ou do marítimo.

Aéreo

As principais companhias aéreas que operam na Ilha Esmeralda são a Aer Lingus e a Ryanair. Ambas possuem vôos com preços bem acessíveis que partem dos principais aeroportos do país.

Marítimo

A Direct Ferries é a principal companhia que opera balsas na Irlanda, com viagens que partem de Dublin, Cork, Belfast (na Irlanda do Norte), e outros portos. Já a Cruise Ireland dispõe de navios que parte da Ilha para diversos países da Europa.

Melhores dicas para aproveitar a viagem a Irlanda

  1. Tenha uma capa ou guarda-chuva sempre à mão, você nunca sabe quando irá começar a chover.
  2. Use sapatos confortáveis, a Irlanda é um país que proporciona lindas caminhadas.
  3. Fique atento, na Irlanda se dirige em mão inglesa!
  4. Não tenha medo de perguntar, caso esteja perdido ou procurando por algum ponto turístico. Os irlandeses estão sempre prontos para ajudar.

Cuidados na viagem para a Irlanda

A Irlanda é, em geral, um país bastante seguro. Mas, como em todo lugar cheio de turistas, é preciso tomar algumas precauções:

  • Cuidado com pickpockets, os ladrões de carteira, e não deixe celular, dinheiros ou documentos nos bolsos das calças.
  • Se estiver usando mochilas, coloque seus itens mais importantes nos bolsos internos.
  • Fique atento com os knackers, os jovens que gostam de arrumar confusão com quem atravessar o seu caminho e que estão principalmente nos bairros mais distantes do centro de Dublin.